FEC PR1 - Vale da Ribeira do Mosteiro

maar3amt

Administrator
Staff member
Percurso circular, no vale da ribeira do Mosteiro, afluente do rio Douro, no concelho de Freixo de Espada à Cinta em pleno Parque Natural do Douro Internacional, zona extraordinariamente rica em património natural, paisagístico e histórico. Nesta antiga paisagem de relevo agreste, sulcada pelo vale profundo da ribeira do Mosteiro, surgem vestígios de uma antiquíssima presença humana. Porém, o destaque vai para a Calçada de Alpajares, uma antiga estrada empedrada e sinuosa, da qual já só resta 1 km de extensão.
Inicia-se quase na foz da ribeira do Mosteiro, junto à estrada municipal, descendo gradualmente até à ribeira, permitindo apreciar esta parte do vale, mais aberto e de carácter mais agrícola. Ainda estão bem presentes os olivais e amendoais, alguns socalcos com citrinos e outras árvores de fruto. Atravessa-se a ribeira por um pontão moderno e continua-se o percurso para montante, tornando-se o vale mais encaixado. A certa altura, afastamo-nos da ribeira do Mosteiro para entrar num outro vale mais estreito, da ribeira do Brita. Na travessia desta, iniciamos a subida sinuosa da Calçada de Alpajares. À medida que avançamos os afloramentos quartzíticos tornam-se cada vez mais evidentes, impondo a sua presença na paisagem. A meio da subida, a Fraga do Gato apresenta pinturas rupestres com cerca de 10.000 a 8.000 anos. Ao fim de 1 km de subida, termina a calçada, junto ao Castro de São Paulo, antigo povoado da Idade do Bronze com vestígios de ocupação romana. Neste, que é o ponto mais elevado do percurso, encontra-se um antigo pombal e sepulturas medievais escavadas na rocha. A partir daqui, começamos a descer, por vezes de forma acentuada, e voltaremos a entrar num trilho sinuoso e quase lajeado de forma natural, que conduzirá à ponte sobre a ribeira do Mosteiro onde se atinge a estrada municipal. Os aspetos geológicos são realçados pelos afloramentos quartzíticos que rompem as encostas de xisto e se elevam assumindo formas estranhas, como as dobras e o Muro da Abalona, uma “parede” natural. Estas formações rochosas albergam uma diversidade interessante de aves que habitam as escarpas, como o grifo e o abutre-do-egipto. A parte final é a descer, ao longo da estrada municipal, acompanhando o vale da ribeira para jusante e com diferentes perspetivas desta paisagem sui-generis.

5103208 (1).jpg


Distância: 7.5 kms
Duração estimada: 03:00
Dificuldade: Difícil
Tipo: circular
Desporto: walking
Concelho: Freixo de Espada á Cinta

Inicio do Percurso: 41.041487, -6.908539 ( Ver no Goole Maps )

Mapa do Percurso:
 

Anexos

  • pr1-fec-vale-da-ribeira-do-mosteiro-freixo-de-espada-a-cinta.gpx
    36.8 KB · Visualizações: 66
Última edição:
Topo