MNC PR1 - Trilho do Caminho dos Mortos

maar3amt

Administrator
Staff member
O nome do trilho deve-se ao fato de, antes da construção das novas vias rodoviárias, os funerais, desde os lugares mais montanhosos até à igreja paroquial, se fazerem por este caminho. Os finados eram transportados em carros de bois, demorando horas até chegar à Igreja Paroquial. Além desta particularidade, podem-se encontrar, ao longo do percurso, vestígios das primeiras civilizações que assentaram nesta região, no 4º milénio A.C., mais especificamente a Mamôa do Cotinho, um monumento funerário coletivo e local de culto, onde eram depositados os mortos.
Tem cerca de 30 metros de diâmetro, com violação central muito pronunciada, sendo visíveis vestígios da couraça pétrea e alguns esteios. Nesta freguesia, uma das mais populosas do concelho de Monção, encontra-se a Igreja de Merufe que, após várias reformas, ainda conserva o rasgado da porta que comunicava com o antigo convento. À entrada, existe uma antiga pia batismal. O exterior é românico, tendo-lhe sido acrescentada uma torre no século XVIII.
Hoje, a povoação é dominada pelo belo edifício da junta de freguesia. Inaugurado em 22 de setembro de 1992, resultou da recuperação e aproveitamento de um antigo celeiro. Trata-se de uma obra feita em pedra da região e por artistas da freguesia, que se evidencia pelo seu aspeto monumental e funcionalidade dos serviços.

13503444.jpg

Distância: 12.7 kms
Duração estimada: 05:00
Dificuldade: Fácil
Tipo: Circular
Altitude máxima: 658 m
Concelho: Monção

Inicio do Percurso: 42.010973, -8.382378 ( Ver no Goole Maps )

Mapa do Percurso:
 

Anexos

  • pr1-mnc-trilho-do-caminho-dos-mortos.gpx
    48.7 KB · Visualizações: 41
Última edição:
Topo